Bacharelado em Regência

BACHARELADO EM MÚSICA / REGÊNCIA

O curso tem a duração de 4 anos/8 períodos

Regência é a arte de conduzir um grupo de músicos e/ou cantores através de gestos. Tendo apenas esse parâmetro como definição, parece simples o que os regentes fazem, diante de uma orquestra ou coro. Porém, atrás dessa mímica, estão contidos vários elementos, como fraseado e expressão, sem os quais os movimentos corporais, marcando simplesmente o andamento, não conseguiriam extrair a verdadeira essência da obra executada.

A figura do maestro ou regente ainda é envolta numa atmosfera de magia e mistério. E, se é verdade que para a realização de concerto seja necessário um toque mágico, 99% do trabalho dependem de muito conhecimento, uma boa técnica e um profundo estudo prévio de partituras. Vale destacar que, embora a técnica da regência tenha evoluído, fundamentando-se hoje em objetivos criteriosos, o ponto decisivo é que haja uma comunicação efetiva entre maestro e músicos. Isso quer dizer que é possível um maestro, sem um bom preparo técnico de regência, conseguir bons resultados, graças a uma intimidade com os músicos, criando-se um “código” de comunicação entre eles. Esse código, porém só tem validade, se for construído sob uma sólida  técnica de regência, cujo objetivo é ser universal.

Há um mercado em franca expansão para os regentes corais. Atualmente, existem inúmeras e diversificadas formações corais que exigem a presença de profissional habilitado para conduzi-las; há corais em escolas, universidades e empresas de todo tipo que oferecem aos seus funcionários a prática de canto coral como forma de ajudar na melhoria da qualidade de vida dos mesmos, aliviando as tensões diárias, através do canto. Esta é uma das alternativas a que algumas empresas têm recorrido para diminuir o estresse de seus funcionários e tornar o ambiente de trabalho mais agradável. Orientados por regentes, os empregados organizam-se em pequenos grupos, formam corais e, às vezes, chegam a revelar talentos, antes ofuscados pelo anonimato. Como exemplo, podemos citar algumas empresas que têm corais em seus quadros, possuindo um programa nacional de corais, como o SESC que possui 112 corais em todo o Brasil e a Petrobras com 36 corais de funcionários; no Rio de Janeiro, temos a Vale do Rio Doce, Rede Globo, TSJ, Correios, Fetransport e Gerdau, entre inúmeras outras empresas.

O curso está estruturado em sete semestres letivos, com carga horária total de 3209 horas e é destinado a pessoas que queiram desenvolver habilidades específicas, na área de regência orquestral e coral; oferece oportunidades de aprofundamento, em estudos teóricos e analíticos do repertório coro orquestral dos diferentes períodos históricos da música ocidental e suas aplicabilidades diante dos grupos artísticos. Propõe-se a dar formação profissional na área, habilitando o aluno a organizar, planejar, conduzir e interpretar música coral/orquestral.

Parceiros