Bacharelado em Musicoterapia

BACHARELADO EM MUSICOTERAPIA

O curso tem a duração de 4 anos/8 períodos

O curso de Bacharelado em Musicoterapia, aprovado pelo Governo Federal, sob o Decreto n. 81.765 de 1978, estabelecido e funcionando no Conservatório Brasileiro de Música - Centro Universitário foi o primeiro curso de Musicoterapia criado no Brasil, em 1972, formando sua primeira turma em 1975, que completou, no ano de 2015, 40 anos de formada.

No decorrer do curso, além das disciplinas ligadas à Musicoterapia e às áreas teórica e prática da Música, o aluno ainda entrará em contato com áreas, como Anatomia, Neurologia e Psicologia, além das que têm por objetivo o desenvolvimento do campo de percepção daquele que pretende ser Musicoterapeuta.  Atualmente o curso esta estruturado e sete semestres letivos.

Durante o curso, o aluno deverá participar de estágios supervisionados, em diferentes áreas de atuação, a realizar-se seguindo a carga horária determinada.

As áreas de aplicação da Musicoterapia podem ser, tanto na prevenção quanto no tratamento de diversas patologias, com pacientes das mais diversas faixas etárias (bebês, crianças, adolescentes, adultos e idosos), não sendo necessário que o paciente tenha conhecimento musical.

O musicoterapeuta pode atuar em diversas áreas tais como:  

  • Saúde materno-infantil
  • Educação especial
  • Recuperação motora
  • Deficiência visual e auditiva
  • Saúde mental
  • Transtornos do espectro autista (TEA)
  • Hospitais gerais
  • ONGs
  • Centros de Atenção Psicossocial (CAPs)
  • Problemas neurológicos
  • Cuidados paliativos
  • Mais recentemente, em salas de espera de Postos de Saúde e Consultórios de Rua

Os alunos egressos de musicoterapia têm tido grandes oportunidades e êxitos, em diversos concursos específicos para Musicoterapeutas com vagas, tanto no município do Rio de Janeiro como em cidades do interior do estado, o mesmo acontecendo em outras regiões do país, onde a Musicoterapia já tem divulgação e  reconhecimento por parte daqueles que cuidam da educação especial, da saúde mental e da recuperação de pessoas com problemas no desenvolvimento ou que foram acometidos por males das mais diversas naturezas.

É muito grande o interesse pela Musicoterapia, tanto no Brasil como no mundo, advindo, certamente, dos resultados de trabalhos realizados em todas as áreas acima apontadas.

Parceiros