Bacharelado em Música e Tecnologia

O curso tem a duração de 4 anos/8 períodos

A partir da segunda metade da década de 1990, a aceleração do desenvolvimento da tecnologia de informática, a diminuição dos preços dos computadores pessoais, a expansão da tecnologia digital para os equipamentos de áudio, e a proliferação dos recursos Midi, forçaram uma mudança radical no mercado da música. Até então, este mercado era dirigido pelos interesses exclusivos das grandes gravadoras multinacionais, especialmente as norte-americanas, mas que com o barateamento dos custos dos equipamentos digitais, dos periféricos voltados à produção de música e áudio gravados, e com o surgimento da internet, começaram a perder terreno para as chamadas produções independentes. Também as redes de televisão e rádios passaram a terceirizar o trabalho de produção musical - incluindo as trilhas sonoras - e a buscar 'parcerias' e contratos com produtoras e músicos independentes, no intuito de diminuir os seus custos fixos. Estes fatos ampliam um campo de trabalho que até então era bastante restrito àqueles que podiam comprar os equipamentos de altíssimo custo (dezenas, ou centenas, de milhares de dólares), fazendo surgir um mercado que hoje é o responsável por boa parte dos CDs, DVDs, jingles, vinhetas de rádio, trilhas de filmes e TVs produzidos e lançados comercialmente.

A quantidade quase ilimitada de possibilidades de atuação neste mercado, associada ao ecletismo técnico e teórico exigido, fazem com que a formação do produtor musical acabe por se tornar mais complexa e especializada, estimulando o processo de organização e sistematização deste conhecimento. Por isso, o produtor musical e o estudante de produção musical necessitam ampliar as suas vivências com outros segmentos da cadeia de produção da música (intérpretes, compositores, regentes, professores e musicólogos), além de conhecer (e reconhecer) os vários estilos e gêneros musicais, visando o aprimoramento dos recursos éticos, estéticos, culturais e técnicos do seu trabalho.

É um fato reconhecido também que a experiência dos ouvintes dos séculos XX e XXI têm se dado mais através dos meios de difusão da música gravada do que da música ao vivo (a circulação dos velhos LPs, dos CDs, dos DVDs, as músicas tocadas em rádios, TVs, filmes, internet, os downloads e tocadores de mp3 e mp4, têm um alcance muito maior do que shows ou concertos ao vivo). Assim, o produtor musical, responsável por todas as etapas criativas da gravação e produção da música, se torna um artista e técnico (já que muitas vezes atua diretamente como o técnico de som do projeto) imprescindível. Em alguns casos, os produtores musicais são os responsáveis diretos pelo sucesso de uma música ou de um outro empreendimento qualquer lançado no mercado da música e do áudio.

                O trabalho se tornou tão complexo que um curso livre de produção musical, ou uma extensão lato sensu de um ano, não dão conta de abordar todos os detalhes envolvidos, nem aprofundá-los de maneira eficiente. Assim, o Conservatório Brasileiro de Música-Centro Universitário criou um curso superior que visa estudar com profundidade as técnicas, teorias e questões éticas, morais, trabalhistas e filosóficas que envolvem o processo de criação e produção musical e de multimídia em estúdio de gravação.

Ciente da situação e de sua responsabilidade com a produção e difusão da arte na cidade, o Conservatório Brasileiro de Música- Centro Universitário, empreendeu esforços para a oferta e implementação do curso de Bacharelado em Música e Tecnologia. Respondendo a tendência de expansão das novas tecnologias voltadas para o desenvolvimento cultural e social do país, a crescente necessidade de profissionalização dos gestores de produção musical e a necessidade premente dentro de seu próprio organismo de trazer profissionais qualificados a gerir e produzir seus próprios projetos, enquanto artistas.

 

Conteúdos Básicos

Disciplinas relacionadas com a Cultura e as Artes envolvendo também as ciências Humanas e Sociais comuns a Licenciatura e ao Bacharelado.

  • Antropologia Cultural
  • Cultura Popular Brasileira
  • Direitos Humanos
  • Estética
  • História e Cultura Afro Brasileira e Indígena
  • Libras
  • Meio Ambiente e Qualidade de Vida
  • Metodologia Científica
  • Produção Textual

 

Disciplinas de Conteúdos Específicos Obrigatórios

Núcleo de formação profissional que particularizam e dão consistência à área de música comum

  • Análise Musical
  • Formas Musicais
  • Fundamentos da Teoria Musical
  • Harmonia - Básica
  • Harmonia - Intermediária
  • Harmonia - Avançada
  • História da MPB
  • Leitura e Escrita Musical - Básica
  • Leitura e Escrita Musical - Intermediária
  • Leitura e Escrita Musical - Avançada
  • Música Clássica e Romântica
  • Música dos Séculos XX e XXI
  • Música Medieval, Renascentista e Barroca
  • Laboratório de Cognição Musical
  • Percepção Musical - Básica
  • Percepção Musical - Intermediária
  • Percepção Musical - Avançada
  • TCC - Trabalho de Conclusão de Curso

 

Disciplinas de Conteúdos Teóricos-Práticos.

Estudos que permitem a integração teoria-prática relacionadas com a arte musical.

  • Acústica
  • História da Produção Musical
  • Introdução à Mixagem
  • Introdução à Música e Tecnologia
  • Introdução à Prática de Gravação
  • Masterização
  • Mixagem
  • Música e Tecnologia
  • Prática de Gravação

 

Atividades Práticas Supervisionadas

Atividades Complementares

Estágio Curricular Supervisionado

 
Faça sua inscrição aqui

Parceiros